Translate

Mais filmes


Aqui postamos mais alguns dos filmes resultantes de nossas perambulações, alguns resultantes das oficinas e cursos de cinema oferecidos pela Ahoramágica e, como não, vídeos saídos das parcerias. 


Filmes 

Chamada do curta-metragem "O pequeno"


Uma pequena prévia do curta "O pequeno", no momento está em processo de pós-produção, previsto para ser lançado em janeiro de 2014.
"Um miúdo caminhando e carregando uma pergunta e um cacto. Encontrará a pressa, o medo, a preguiça, o desejo, a vida/morte e uma resposta."

EQUIPE:
Direção/roteiro/fotografia e edição: Luis Henrique Mioto; Produção: Biudiart produções/Ahoramágica; Iluminação: Biu e Viviane Priscila Mioto; Captação e tratamento de áudio: Biu; Maquiagem: Garota Razel e Cristhian Ferreira de Amorim; Figurino: Esther Eugenia Martins; Concepção de figunino: Esther Eugenia Martins e Luciana Azevedo; Contrarregragem: Vivianne Oliveira, Garota Razel, Viviane Priscila Mioto; Trilha Sonora: Lucas Oliveira; Músicos: Lucas Oliveira e Tassia Guarnieri.

COLABORAÇÃO: Chácara Marabu, Fazenda Bimini, Vila Cultural Brasil e La Peluqueria.

ELENCO:
Pequeno: João Gabriel Alves da Silva; Motorista: Glauco Garcia; Vida/morte: Eunice Martins; Pressa: Cristiane Barbosa; Preguiça: Edna Aguiar; Medo: Paulo César Pires Leôncio; Desejo: Fábio José Oliveira
Curupiresco: Matheus Santana; Velho raro: Apolo Theodoro.

AGRADECIMENTOS: Adrian Saegesser, Isabel Cristina Alves, Carolina Alves, Edson Bellusci, Paulo H. Rosa Florindo, Maria Alvez, Ruth da Silva, Danilo "Butter" Eduardo Miranda, Frabrício Correa Mattos, Thiago Correa Mattos, Ronie Péterson L. da SIlva, Marília Teles Maracci, Elis Teles Caetano SIlva, Rodrigo Prado Evangelista.


Chamada do filme "Retalhos do chão, do corpo e do céu"



Apresentamos aqui o vídeo-chamada do filme.

Sinopse: 
Retalhos do chão, do corpo e do céu não é um filme que chegou a este mundo para explicar o que é "cultura popular", mas tem ela como matéria prima. Como um menino que se perde do seu caminho ao ser envolvido pelo canto da sereia ou encontra um novo destino para sua trajetória, este filme é um ensaio poético que nasceu de uma dança - ou várias - nos caminhos da cultura popular presentes e pulsantes em vários cantos do cotidiano da cidade de Londrina-PR, mas... poderia ser em tantas cidades quanto for possível imaginar... Em cada andança – peregrinação do olho mágico – o constante desafio do pulo do gato, de saber entrar, de saber sair. É uma história contada, é memória em retalhos, se enroscado, se tecendo, para além da página do livro, que tá no compasso do coração, no suor que escorre, na sola do pé e na palma da mão. (60 min., 2013)


Chamada para o documentário "Saga Cidade"



Apresentamos aqui a chamada do documentário "Saga Cidade".

Sinopse: "Um documentário sobre sujeitos que vivem de uma maneira transbordante e fugidia. Singularmente. Fazem de suas vidas um constante poema. Perambulando pela cidade. Vãos, veredas em Londrina. Caminhos inaugurados por Circuito, japonês-londrinense de todos os lugares e sua arte kirigamista fluida e instantânea. O Pintor, suas cores, versos e cantoria. Seo Vicente, suas estórias, harmonias e encantos na passarela do mundo. Pedro Profeta, seus códigos e tortuosidades. Palhaço Chapolin, um grito nascendo do asfalto, entre atropelamentos e sustos, ainda que estranho, um poema. Valdemir, na bruta labuta, tensão e horizonte. Seo Valdomiro e Beethoven, andanças pelo inominável. Pessoas, seres incabíveis, outros amanheceres." (Saga Cidade, doc., 120 min.)

O documentário foi confeccionado por um grupo de participantes do projeto "Roda Memória: a memória das personalidades singulares de Londrina", coordenado pelo "Ahoramágica cinema & memória", em parceria com o Núcleo de Comunicação Popular e Comunitária da AlmA, com o apoio da Vila Cultural AlmA Brasil e da Biudiart produções e com o patrocínio do PROMIC (Programa Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Londrina).
Estréia em abril de 2012. 



"O filme se chama Tubarão"

Criação, câmera e edição: Luis Henrqiue Mioto
Ano: 2013-2016


Documentário-poético, com estética afetiva, sobre um grande dia de uma grande derrota para o Tubarão (Londrina Esporte Clube ou LEC, principal time de futebol profissional de Londrina-PR). Nesse dia, final de campeonato contra o "Coritiba Futebol Clube" (grande time da capital) há um lance polêmico (um erro do juiz? veremos...). A torcida, antes com uma imensa esperança e depois indignada, a frustração da derrota em cinema. E tudo filmado acompanhando uma família desde sua saída de casa até o retorno... o futebol do ponto de vista do povo. Um filme da "Ahoramágica cinema & memória", criado por Luis Henrique Mioto.

O filme teve sua estreia no Museu Histórico de Londrina, em 2016, junto a exposição museal "Do quebra canela ao Tubarão", no Museu Histórico de Londrina.

Pedra  no céu

Criação, câmera e edição: Luis Henrqiue Mioto
Pedra n'água: Ana Alice da Silva Cafolla
Ano: 2009



Um céu que molha, filmado em Belo Horizonte, num sol-se-pondo da Pampulha fedida. Uma idéia-miragem ocorre ao caminhar com os ahoramágicos Analíssima, Serginho, Amanda e Mousiê Gimenes.
Ela é feita e refeita e ganha fundo musical. À boca torta, apresentamos aos ahoramágicos!
 

Cinema, velho sonho


Criação e edição: Luis Henrique Mioto
Câmera: Rodrigo Prado, Taiguara e Ariane
Ano: 2010




Um filme criado com matéria-bruta de um sonho: fazer cinema. Foram resgatadas umas fitas de um tempo longínquo de um amigo que sonhava, lá na cidade do interior dele. Hoje virou esse filme. Imagens trazidas num resgate, tiradas de uma gaveta, vistas como um tesouro, vindas de uma época onde o cinema era um sonho, um plano, um deslumbramento, gravadas a tempos na cidade de Barretos. Recolhidas e editadas, em Londrina. Este curta traz o brilho destas imagens-deslumbres, montadas numa sensibilizadora composição. Uma homenagem aos sonhadores e ao amor pelo cinema, onde quer eles nasçam. 

Histórico de um espaço fugidio
 
Criação câmera e edição: Luis Henrique Mioto
Ano: 2009
 


Imagens fracionadas, um primeiro momento... Rádio Livre dentro do campus da UEL... o grupo dispersou o espaço implodido... as imagens são agora tensionadas... a idéia não se desfaz como o espaço físico, as ondas se propagaram e ainda se propagam... entre o sim e o não existe um vão, entre o privado e público existe nós mesmos... um olhar ante a insistência na institucionalização de toda aglomerado de sugestões que começam a circular em volta de um mesmo buraco.

À vó

Criação, câmera: Luis Henrique Mioto 
Edição: Luis Henrique Mioto e Rodrigo Prado Evangelista
Ano: 2009


Cheiro arquetípico, tintas descascadas: o tempo, uma geração que visita a ancestralidade. Tudo na casa da vó tem um calor, que aconchega, que amolece as sobrancelhas duras. Com tudo isso viemos de lá e, então, dá pra respirar. A vó é de Don Barretinos (o detetive de chinelos), mas a impressão que dá é que existe uma vó universal (ou estou sendo umbiguista?)... não vinda do interior do Paraná, mas de um lugar além. "Ahoramágica cinema & memória" apresenta à vó.


Opinião


Criação, câmera e edição: Luis Henrique Mioto
Ano: 2012



Histórias indecifráveis: fragmentos de memórias... "Vai...o tempo vai....que felicidade..."


...transformação...

Criação, câmera e edição: Gabriel de Freitas Gimenes
Ano: 2010


Em um campus floripenho, cores vibram pelas paredes da reitoria. Impossível passar despercebido por elas. São homens? Animais? Deuses? Coisas? Muito mais do que isso... Os limites do nome e do corpo não impedem esses seres de dançarem e de se tornarem qualquer coisa. Vôos, luzes, criações e destruições nesses impressionantes mosaicos de Rodrigo de Haro.


Ciranda da cultura, ciranda da vida

Criação, câmera e edição: Rodrigo Prado Evangelista
Colaboração: Luis Henrique Mioto
Ano: 2010



Vídeo homenagem ao espaço da Associação Ciranda da Cultura, seus momentos e personagens.
Espaço semeado e mantido pelos moradores do bairro Avelino Vieira, zona oeste da cidade de Londrina.


O que você busca?

Direção e criação: Paula de Cássia.
Apoio: Cineclube Ahoramágica; Vila Cultural AlmA Brasil e Projeto Atitude-Londrina.
Ano: 2011




Filme de Paula de Cássia sobre a comunidade do grande bairro União da Vitória, localizado na periferia da cidade de Londrina - PR. Um documentário criado a partir do sentir do caminhar de uma moradora do União da Vitória.
     
Vídeos resultantes das oficinas e cursos de produção cinematográfica Ahoramágica

O rio

"Os córregos que fluem pelas bordas da região oeste de Londrina estão diferentes de alguns poucos anos atrás... cheio de cheiros estranhos, espumas grossas, dejetos, restos e rastros humanos... e agora?"

Vídeo realizado durante o ano de 2012, a partir de oficina de criação audiovisual ofertada a adolescentes moradores da região oeste da cidade de Londrina-PR, coordenada pelo Cineclube Ahoramágica em parceria com o Programa Projovem Adolescente (PROVOPAR Londrina) e com a Associação Ciranda da Cultura. As oficinas foram realizadas na sede da Ciranda da Cultura. Contou-se ainda com o apoio da ALMA- Associação Intercultural de Projetos Sociais e do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS região oeste).







Por trás da Luz




Filme sobre a profissão dos projecionistas, os trabalhadores por trás da luz que escoa até a tela do cinema...
Documentário realizado e resultado do Curso de Produção cinematográfica ofertado pelo cineclube Ahoramágica, no final de 2010. Dur.: 29' 15''.

PROJECIONISTAS ENTREVISTADOS:
Sr. Domingos
Eliud Silva Gonçalves
André Fernandes Oliveira

OFICINANDOS:
Alan Fernando Oliveira; Andreza Pandulfo; Alyson Ferraz de Barros; Ananda Morilha Ribeiro; Giancarlos Zórteia; Guilherme Souza Costa; Isabela Morilha Ribeiro; Karine Gonçalves Pereira; Roseli Raimundo dos Santos.



Ele é o café


   
Documentário sobre os múltiplas existências e permeações do café enquanto histórico-social-africano-brasileiro-indiano-londrinense. Partindo de um sentir de um homem que trabalhou sua vida inteira dialogando com e sobre o café, visitamos vários entrelaços e depoimentos. Resultando num filme de estética inusitada. Documentário resultante do Curso de produção cinematográfica ofertado pelo cineclube Ahoramágica.
Ano: 2010.

Oficinandos: André Miranda; Francielly Helena Camilo; Franscisco Carneiro Filho; Vivi.
Oficineiro e edição de vídeo: Luis Henrqiue Mioto.
Colaboção: Rodrigo Prado Evangelista; Ivan Funny.


Quem sabe onde a poluição vai parar?
 
     
Documentário realizado por estudantes da cidade de Dois Vizinhos (Sudoeste do Paraná), resultante da oficina de cinema da Ahoramágica.
Ano: 2010

Direção, edição e oficineiro: Luis Henrique Mioto.
Ajudante de direção: Denian, Luana, Naiely e Andressa.
Contrarregras: João Vitor, Leonardo e Gabrielle.
Roteiro: Indiamara, Kamila, Alessandra e Mayni.
Câmera: Maria Paula e Alisson.
Cenário: Lídia e Kely.
Iluminação: Vanessa e Ana Paula.
Maquiagem: Kerly, Luana e Lauini.
Figurino: Geovana e Jaqueline.
Entrevista: Natália, Jaine, Letícia e Eduarda.
DEPOENTES:
Tomas; Michele Camargo Silva; Nilson José Silvestro; Perim; Rosi; Tainara; Pretta Fayet; Ana Paula Vitto; Soraia Carvalho.


Escola e mundo do trabalho


Esse vídeo foi composto em parceria entre a SZ perspectivas, Ahoramágica criações e os estudantes do Colégio Estadual Olavo Bilac, da cidade de Ibiporã - PR. Resultado de uma oficina de cinema . O cinema se revela criável, sem entraves, acessível. Os educandos manejaram a câmera e comporam todos os elementos técnicos, inclusive o roteiro das entrevistas e nós editamos e apresentamos essa versão no último dia da Semana. A exibição causou exaltações, um anfiteatro lotado com os educandos extasiados. Um, entre tantos, auscultar de como o mundo do trabalho circula pela escola.
Ano: 2009.

Edição e oficineiros: Luis Henrique Mioto, Gabriel G. Muria e Carlos Henrique Silva.


Violência e escola

   
Este vídeo é foi resultado da oficina de cinema Ahoramágica na II Jornada de Sociologia do Colégio Estadual Villanueva, na cidade de Rolândia, ao norte do Paraná. Tendo sido de criação coletiva dos estudantees participantes da oficina.
Ano: 2009
Edição e oficineiros: Luis Henrique Mioto, Gabriel G. Muria e Carlos Henrique Silva.